Quarta, 10 Agosto 2022

José Antônio Heluy será o candidato a vice na chapa de Lobão Filho

Escrito por  Publicado em Notícias do Maranhão Quarta, 14 Maio 2014 15:27
Avalie este item
(0 votos)
joseheuri
 
Mesmo com a possibilidade de disputar como primeiro suplente do candidato a senador do PMDB, o PT ainda vê como certa a vaga de vice-governador na chapa do pré-candidato Lobão Filho (PMDB). Com a desistência do petista José Costa, outro José, o Antônio Heluy, deverá disputar sozinho a indicação da vaga de vice, prometida ao partido. "Hoje, o cenário aponta o 'nosso' como único nome", garante o petista, referindo-se a sua indicação.

A ala governista do Partido dos Trabalhadores no Maranhão decidiu pela manutenção do apoio ao PMDB no estado, no Encontro de Tática Eleitoral, realizado no dia 28 do abril, tendo direito a indicação à vaga de vice-governador. Na ocasião, escolheram dois nomes como favoritos para o cargo, os ex-secretários do Governo Roseana Sarney, José Antônio Heluy (Trabalho e Economia Solidária) e José Costa (Ciência e Tecnologia). De acordo com José Heluy, a desistência de Costa à disputa foi uma decisão consensual. "Discutimos internamente no partido", afirmou.

Apostando nas relações construídas durante os cinco anos a frente da Secretaria de Trabalho e Economia Solidária, Antônio Heluy acredita que pode contribuir com a vitória de Lobão Filho. "O 'nosso' nome tem a capacidade de aglutinar vários setores da sociedade, dialogando desde a classe empresarial a movimentos sociais", defende o pré-candidato.

Durante a tarde de ontem (13), a executiva estadual do PT reuniu-se para traçar o calendário de inscrições para novos candidatos à vaga de vice-governador. Até o dia 24 de maio, quando será a definição oficial do nome, outros petistas poderão se candidatar ao cargo.

Suplência ao Senado
O presidente estadual do PT, Raimundo Monteiro, assegurou que a única decisão tomada até agora é que a vaga de vice-governador do pré-candidato Lobão Filho é do partido, descartando qualquer definição quanto a suplência ao Senado. "A única decisão consolidada é sobre a vaga de vice-governador", garantiu. Questionado sobre a disputa para senador, Monteiro foi enfático: "Nada está sendo discutido". 

Desde a semana passada especula-se que Lobão Filho teria oferecido o cargo de vice-governador ao deputado estadual e presidente da Assembléia Legislativa, Arnaldo Melo (PMDB), no intuito de apaziguar a situação no PMDB local (já que Arnaldo disputa com o companheiro de partido, Gastão Vieira, a pré-candidatura ao Congresso Federal) e para atender ao pedido da alta cúpula do PT nacional - que desejaria o nome de Gastão ao senado.

À equipe de O Imparcial, na edição do dia 9 de maio, Monteiro não negou que o PT poderia ficar com a suplência ao Senado. Segundo ele, para o projeto do PT nacional é importante ter senadores, para apoiar, no Congresso, as decisões da presidente Dilma Rousseff (PT). 

José Heluy revelou que Monteiro chegou a externar que o comando nacional tem a intenção de fortalecer o partido no senado, mas também garantiu que a única definição até agora é pela disputa à vice-governadoria. Heluy explica: “O PT é um partido nacional e tem sua engenharia em todo o país. Todas as decisões serão discutidas dentro das orientações da nacional. Mas iremos deixar claro todas nossas motivações e os interesses locais”, deixando claro que a decisão final será vertical. 

Participação no governo
Segundo o presidente do PT, Raimundo Monteiro, o partido ainda não começou as negociações das secretarias caso vitória de Lobão Filho. “Vamos participar da candidatura, vamos integrar a coordenação de campanha e vamos participar do governo”, referiu-se Monteiro sobre as únicas certezas até o momento.
Fonte: O Imparcial
Ler 4406 vezes Última modificação em Quarta, 14 Maio 2014 15:36
Redação TVC

Redação

Deixe um comentário

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar os autores pelo conteúdo do portal, inclusive quanto a comentários; portanto, a direção neste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Pessoas Online

Temos 18 visitantes e Nenhum membro online


(99) 3552-1842

 

contador online gratis
V
isitantes - Desde 01/09/2011