Segunda, 20 Novembro 2017

TRE-MA promete rigor na fiscalização da propaganda de candidatos e partidos

Escrito por  Publicado em Notícias do Maranhão Domingo, 13 Julho 2014 14:00
Avalie este item
(0 votos)
A campanha eleitoral está liberada nas ruas e na internet desde o último domingo, mas, tanto candidatos quanto integrantes dos partidos devem ficar atentos às regras para evitar punições. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) determina o que pode e o que não pode ser feito neste período, de acordo com a Lei das Eleições - 9.504/97. É estipulado desde o tamanho dos cartazes passando pelos horários permitidos para comícios até locais onde pode ser feita a propaganda eleitoral. “As normas estão aí para serem cumpridas e serão punidos tanto os candidatos quanto os cabos eleitorais e pessoas diretamente responsáveis pela infração”, disse Sebastião Joaquim Lima Bomfim, juiz de Direito e auxiliar da Propaganda do Tribunal Regional Eleitoral (TRE).

A equipe do TRE atenderá todo o Estado com concentração na capital, maior reduto eleitoral do Maranhão. É composta por três juízes e 15 membros, sendo quatro oficiais de Justiça, servidores do Tribunal e pessoal treinado para realizar a retirada da propaganda.

Em caso de irregularidades encontradas o responsável é notificado e tem o prazo de 24 horas para retirada da propaganda, sob pena de aplicação de multa. Dependendo da irregularidade são arbitradas multas de até R$ 8 mil, podendo esse valor aumentar dependendo do entendimento do juiz que analisar a infração cometida. “É avaliado caso a caso e se há reincidência, além da gravidade da infração cometida para que se arbitre a multa”, explica o juiz.

As principais irregularidades encontradas nestes períodos são a utilização de propaganda em locais proibidos como órgãos públicos, muros e instalação de outdoors; e a colagem de cartazes próximos uns dos outros. Segundo o juiz, é esperado que neste pleito os candidatos e seus cabos eleitorais cumpram as normas. “Na última eleição tivemos muitos problemas e esperamos que esta não repita os erros. É muito tênue inferir a responsabilidade nesses casos”, explica.

Regras eleitorais
O tamanho de cartazes de propaganda não pode ser maior que quatro metros quadrados, sendo vetada a colocação de vários cartazes de tamanho máximo muito juntos, podendo ultrapassar o tamanho estipulado.

A utilização de propaganda em órgãos públicos e bens como postes e viadutos, e em locais como praças e parques é proibido pela lei. Porém, é autorizado o uso de mesas para distribuição de folhetos e cavaletes ao longo de vias públicas, inclusive rotatórias, desde que não impeça a passagem de veículos e pessoas. Os carros só podem ter adesivos microperfurados até o pára-brisa traseiro.

Nas demais posições do veículo e em outros locais fica permitido o uso de adesivos com dimensão de até 40x50 centímetros. É proibida a distribuição de bens, desde cestas básicas até bonés e chaveiros de campanha.
 
Fonte: O Imparcial
Ler 6185 vezes
Redação TVC

Redação

Deixe um comentário

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar os autores pelo conteúdo do portal, inclusive quanto a comentários; portanto, a direção neste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Pessoas Online

Temos 44 visitantes e Nenhum membro online

contador online gratis
V
isitantes - Desde 01/09/2011