Quinta, 23 Novembro 2017

13/10/2014 - ESCREVENDO, FAZ-SE O ESCRITOR

Escrito por  Publicado em Direito e Avesso Segunda, 13 Outubro 2014 15:48
Avalie este item
(0 votos)
ESCREVENDO, FAZ-SE O ESCRITOR
 
Quando estudava no Seminário da Prainha, em Fortaleza, tive um colega de turma que sonhava em ser escritor. Como se diz agora, ser escritor era seu projeto de vida. Saindo o seminário, e perdido o contato, não sei se chegou a publicar alguma obra. Se o fez, não conquistou projeção nacional, pois, acompanhando o movimento editorial, não conheço qualquer livro de sua autoria.  No entanto, pode ser nome literário de destaque na província alencarina, por onde ando pouco. Pela amizade que mantínhamos, vou procurar encontrá-lo, mesmo passado tanto tempo.
 
Sua lembrança me ocorreu, porque, hoje, escreve-se muito, embora muitos não escrevam bem. Deixamos de nos comunicar, usando a palavra falada, a conversa, para utilizar a escrita. Passamos a ter uma geração de conversa silenciosa, feita através de mensagens, torpedos, fotos, símbolos. Utilizam-se meios de comunicação modernos, como o Orkut, já quase superado, Facebook, Instagran, Twitter, e outras redes sociais. E sem falar no e-mail, através da Internet, a rede mundial de computadores, que, além de tudo, muito em breve, pode se tornar um dos mais importantes meios de transações negociais.
 
Outro fenômeno interessante é a interatividade nas comunicações. O leitor deixou de ser um sujeito passivo, apenas recebedor da informação, para tornar-se até parte dela. Com comentários contemporâneos à leitura, opina sobre o que lê, publica testemunhos, dá informações sobre o que ocorre à sua volta, critica as mensagens recebidas, defende pontos de vista. E ainda temos os chats, em que, simultaneamente, pessoas de todo o mundo podem discutir determinado assunto e tomar decisões importantes para suas vidas. Neste caso, a única barreira ao entendimento é o idioma. Enfim, acontece uma verdadeira conversa escrita. Realmente, a Internet revolucionou as comunicações, deixando, o autor da mensagem, de ser o dono da verdade, para submeter-se à opinião sincera daqueles que a recebem. Muitas vezes, lendo comentários sobre matérias postadas nos sites, fica-se mais esclarecido do que se apenas as tivesse lido.  
 
Claro que, nesse novo mundo, leva vantagem quem escreve  de forma clara, organizando bem as idéias, mostrando um raciocínio linear. Pois, na falta de gestos e expressões faciais da linguagem oral,  quem tem  melhor entendida sua escrita  pode convencer mais facilmente. Nem  quero registrar a existência de uma linguagem cifrada, em que as vogais estão desaparecendo, que dificulta o entendimento das manifestações. Limito-me à linguagem tradicional, com palavras completas e corretamente escritas, com a utilização regular dos sinais pontuação. Quem dispõe desses requisitos, certamente, está mais perto do sucesso em suas manifestações. 
 
Lembro-me, mais uma vez, de meu colega de turma, que queria ser escritor. Um dia, na aula de literatura, ministrada pelo Padre Azarias Sobreira, autor de manuais para ensino de português, perguntou ao professor:
 
- Padre, o que é preciso para ser escritor?
 
Padra Azarias fitou-o, deu um leve sorriso e disse:
 
- Escrever. É escrevendo que se faz o escritor. Mas, antes, e não deixe nunca, leia os clássicos da língua.
Padre Azarias tem razão. Siga sua lição e seja um bom escritor.
 
Por Carlos Augusto Macêdo Couto
Ler 690 vezes Última modificação em Segunda, 13 Outubro 2014 19:39
Redação TVC

Redação

Deixe um comentário

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar os autores pelo conteúdo do portal, inclusive quanto a comentários; portanto, a direção neste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Pessoas Online

Temos 59 visitantes e Nenhum membro online

contador online gratis
V
isitantes - Desde 01/09/2011