Quinta, 23 Novembro 2017

18/05/2015 - LULA SABIA?

Escrito por  Publicado em Direito e Avesso Segunda, 18 Maio 2015 09:55
Avalie este item
(0 votos)

LULA SABIA?
 

                   Durante o “Processo do Mensalão”, todos perguntavam se Lula, então presidente da República, sabia de sua existência e concordava com ele. Não custa lembrar que o Mensalão foi um escândalo de corrupção política, durante o governo Lula, que consistia na compra de votos de parlamentares do Congresso Nacional, para aprovação das matérias de interesse do Palácio do Planalto, mediante o pagamento de um valor  mensal. Daí o nome mensalão.
 

                   Após investigação, o Ministério Público promoveu denúncia, junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), contra parlamentares, dirigentes do Partido dos Trabalhadores (PT), banqueiros e marqueteiros. Com cinco anos de trâmite do processo no STF, relatado pelo então  Ministro Joaquim Barbosa, foram condenados, entre outros, José Dirceu, ex-chefe da Casa Civil  de Lula, José Genuíno, ex-presidente do PT, Delúbio Soares, ex-tesoureiro, João Paulo Cunha, ex-presidente da Câmara dos Deputados, Roberto Jeferson, ex-deputado federal, então presidente do Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) e delator do esquema. Alguns já cumpriram pena, outros ainda estrão cumprindo.
 

                   Resta saber se Lula sabia da compra de votos. Ele disse sempre que não. Desde sua famosa declaração, em Paris, onde falou:  “Quero dizer a vocês, com toda a franqueza, eu me sinto traído. Traído por práticas inaceitáveis das quais nunca tive conhecimento. Estou indignado pelas revelações que aparecem a cada dia, e que chocam o país”. Mesmo tendo pedido desculpas ao povo brasileiro (“O PT tem pedir desculpas. O governo, onde errou, tem de pedir desculpas”), dizendo não ter vergonha de fazê-lo, em pronunciamento à nação, em 12.08.2005. Depois, negou sua existência. Minha crença fez-me conceder ao presidente o benefício da dúvida, para aceitar que ele não sabia de nada.
 

                   Surge, agora, um fato capaz de mudar essa história. Foi lançado um livro-reportagem dos cinco anos de governo  do ex-presidente do Uruguai, José Mujica, escrito por dois jornalistas uruguaios. Chama-se “Una oveja negra al poder” (Uma ovelha negra no poder). Mujica conta que, antes de sua posse, nos primeiros meses de 2010, em Brasília,  e na presença de seu vice-presidente Danilo Astori, falando sobre o Mensalão, Lula teria dito que  “Essa era a única forma de governar o Brasil”.
 

                   Revolucionário na juventude, José Mujica lutou contra a ditadura civil-militar uruguaia (1973/1985). Por isso, passou 14 (quatorze anos) na prisão, saindo apenas ao final da mesma. Como presidente do Uruguai (2100/2014), andava de sandálias e nunca pôs uma gravata. Morava em seu sítio, na periferia da capital, sem esquema de segurança, quando podia ocupar o palácio presidencial.  Dirigia seu fusca 1987, em Montevidéu, sem andar nos carros oficiais. Dos 12.500 dólares que recebia pela chefia da nação, doava 90% (noventa por cento) para ONGs e pessoas carentes e dizia sobre o que lhe restava do salário (cerca de R$ 2.800,00): “Este dinheiro me basta, e tem que bastar porque há outros uruguaios que vivem com bem menos”.
 

                   Não posso deixar de acreditar em José Mujica. Infelizmente, convenci-me que Lula sabia do Mensalão.

                                             

 

                                               Por Carlos Augusto Macêdo Couto    

Ler 312 vezes Última modificação em Segunda, 18 Maio 2015 09:57
Redação TVC

Redação

Deixe um comentário

A legislação brasileira prevê a possibilidade de se responsabilizar os autores pelo conteúdo do portal, inclusive quanto a comentários; portanto, a direção neste site reserva a si o direito de não publicar comentários que firam a lei, a ética ou quaisquer outros princípios da boa convivência. Não serão aceitos comentários anônimos ou que envolvam crimes de calúnia, ofensa, falsidade ideológica, multiplicidade de nomes para um mesmo IP ou invasão de privacidade pessoal / familiar a qualquer pessoa. Comentários sobre assuntos que não são tratados aqui também poderão ser suprimidos, bem como comentários com links. Este é um espaço público e coletivo e merece ser mantido limpo para o bem-estar de todos nós.

Pessoas Online

Temos 52 visitantes e Nenhum membro online

contador online gratis
V
isitantes - Desde 01/09/2011